No mundo dos revestimentos cerâmicos, o que mais se tem hoje em dia são opções diversas a serem exploradas. Dentre elas, o que tem se destacado bastante é o porcelanato polido. Por conta da sua resistência, durabilidade e fácil limpeza, o material conquistou o gosto do freguês e dos profissionais da área.

É normal vermos hoje em dia muitas casas que fazem uso do porcelanato como revestimento, porém, muitas vezes, ele não é bem adequado ao ambiente, ou não está sendo muito bem aproveitado — muitos nem sabem qual é composição do mesmo na hora de fazer a manutenção. Por isso, continue aqui e aprenda um pouco sobre estes aspectos.

Como é produzido o porcelanato polido?

Pouco se sabe sobre a composição do produto e da forma ideal de utilizá-lo para poder aproveitar todas as vantagens que ele traz. Este material é, basicamente, composto por uma mistura de porcelana de diversos minerais que são queimados a uma temperatura acima de 1200°C.

Esta mistura resulta em um composto homogêneo com densidade elevada, vitrificado e com uma resistência bem superior às cerâmicas comuns. O porcelanato também tem um índice de absorção de água muito baixo, por ser menos poroso. Após sua fabricação, ele recebe um polimento bem elaborado que produz o brilho, a beleza e a superfície extremamente lisa do material.

O polimento que é executado na cerâmica, por meio de um lixamento de alta rotação, é um processo muito bem controlado, uma vez que se houver alguma falha, toda a aparência do revestimento fica comprometida. Esta técnica também é útil para que a superfície da peça fique nivelada, ou seja, o resultado final é um produto totalmente plano e sem pontos côncavos.

O tratamento que o porcelanato recebe requer uma tecnologia mais avançada para garantir a resistência e a durabilidade da peça cerâmica, e também possibilita uma junta de movimentação bem menor. Uma característica muito interessante do porcelanato é o seu reflexo da luminosidade, o que deixa o ambiente mais sofisticado, com boa iluminação e amplitude.

A superfície do porcelanato após o polimento fica bem delicada, portanto, é importante ser cuidadoso na hora de limpar e dar a manutenção no piso. Recomenda-se a utilização de detergente neutro, saponáceo ou algum outro produto com cloro ativo para a limpeza do chão. Os produtos devem estar diluídos em uma grande quantidade de água, para serem aplicados através de um pano macio ou até mesmo de feltro, evitando arranhões ou danificações na superfície brilhante e lisa do revestimento.

É importante estar atento quanto a estas características do produto para ter noção de como e onde aplicá-lo da melhor forma, saber a maneira correta de escolher a tonalidade para combinar com os móveis e também quanto ao formato dele — porque, dependendo do tamanho, ele pode ampliar ou reduzir o ambiente. Se você tem dúvidas de onde usar ou não usar o revestimento, confira algumas dicas que ajudarão você bastante!

Onde deve ou não utilizar este revestimento?

O porcelanato polido tem a capacidade de transparecer as qualidades estéticas de materiais nobres, como o mármore, por exemplo. Sendo assim, o material pode dar ao seu ambiente uma modernidade e requinte diferenciado, além de ser dono de uma gama de variedades em se tratando de tonalidades, textura e tamanhos.

Porém nem todos os cômodos da casa são recomendados para receber este tipo de revestimento.

Evite banheiros e locais molhados

Devido ao polimento que o material recebe, ele fica com a superfície bem lisa e com brilho. Sendo assim, quanto mais brilhante, mais o piso será escorregadio. Portanto, ele não é aconselhado para você usar no banheiro, lavanderias, varanda ou garagens. Para estes tipos de ambiente, são indicados porcelanatos com acabamento natural ou cerâmicas comuns.

Isto tudo se deve ao índice de atrito que as peças atingem. Em alguns produtos, o atrito chega a um índice de 0,3 dentro de uma escala que vai de 0 a 1. Segundo a Norma de Desempenho, que regulamenta os requisitos mínimos para garantir o uso e durabilidade das construções, o atrito deve ser superior a 0,4 em áreas molhadas. Sendo assim, o banheiro e demais ambientes que formam lâminas de água não podem receber o porcelanato polido.

Aposte em salas, quartos e ambientes secos

Para cômodos como salas, quartos, corredores e até mesmo escritórios, o porcelanato polido é muito bem aplicado e recomendado. Além de não correr o risco de se tornar muito escorregadio, o material confere ao ambiente um aspecto bem agradável, ajuda na iluminação — seja ela artificial ou natural — e destaca os móveis ali dispostos.

Aproveite o material também na cozinha

Dependendo da forma em que for explorado, o porcelanato polido pode ser incluído também como revestimento na cozinha, principalmente nas paredes e no chão — só se não for um ambiente molhado. Neste local, o material facilitará na limpeza e manutenção, deixando o cômodo sempre bonito e agradável.

Utilize também nas bancadas

Por ser um material  impermeável, o porcelanato polido é também indicado para o uso em bancadas, especialmente nas cozinhas. O material não corre o risco de ser danificado por manchas de água e sabão e não perde o brilho do polimento. Portanto, sua bancada ficará sempre bem bonita e limpa, aparentando ser nova.

Onde encontrar os melhores produtos?

Para garantir o bom uso de cada peça do porcelanato, é essencial que você saiba corretamente onde procurar e adquirir o produto. Procure uma empresa de confiança e que seja especializada na produção de porcelanatos, que tenha este material como carro-chefe do negócio.

Empresas que são especializadas em certos tipos de produto, como revestimentos cerâmicos, oferecem a sua mercadoria com a melhor qualidade do mercado, além de apresentarem uma vasta variedade de pisosde diversos tipos, com preços bem acessíveis.

A principal diferença em trabalhar com uma empresa especializada está no atendimento personalizado que você recebe. O profissional oferece a você uma consultoria exclusiva, e ajudará na escolha dos melhores materiais para seu projeto, sempre atentando-se com a sua disponibilidade financeira e as necessidades da sua obra.

Agora que você conheceu um pouco mais sobre o revestimento e como ele tem ganhado espaço dentro da construção civil, chegou a hora de colocar seu projeto em prática, avaliar adequadamente a forma de utilizá-lo e aproveitar os benefícios que este material trará a você.

Gostou de aprender um pouco mais sobre porcelanato polido? Está a fim de saber um pouco mais sobre o assunto e até mesmo conhecer os produtos? Então entre em contato com nossa empresa que teremos prazer em ajudar!

 

Escreva um comentário

Share This