Na hora de construir e reformar, os acabamentos para casa sempre geram uma grande dúvida. Esse mercado está em constante evolução e aprimoramento, e todos os anos são lançadas novas opções.

Por isso, escolher os revestimentos é a melhor parte da obra: além de significar que a construção está terminando, e que seu sonho será realizado, selecionar os acabamentos é um prazer.

Entretanto, é preciso se organizar e saber optar pelos produtos ideais. Confira a seguir algumas dicas essenciais e saiba tudo sobre esse assunto!

Planeje todos os detalhes da obra

Antes de comprar os revestimentos, é preciso planejar a execução da obra. Não comece a assentar revestimentos antes de finalizar a parte estrutural, elétrica e hidráulica. Dessa forma, você evita que os revestimentos sejam arranhados ou danificados.

Além disso, é fundamental que você faça uma medição de toda a área que será revestida, organizando por acabamento. Por exemplo, se a parede for receber um material diferente do piso, anote as áreas separadamente. Assim, ficará mais fácil comprar os produtos, uma vez que muitos são vendidos pela metragem quadrada.

Lembre-se também de organizar a ordem de execução com o profissional responsável. Com isso, você garante que as áreas mais importantes fiquem prontas primeiro, e evita o desgaste dos revestimentos.

Saiba o quanto vai investir em acabamentos para casa

Você já pensou que a parte de acabamentos e revestimentos pode representar até 50% do valor da obra? Por isso, é muito importante planejar o seu orçamento.

Existem inúmeros tipos de acabamentos: baratos, caros, para áreas externas e internas, de maior ou menor qualidade. Recomendamos montar uma planilha, separando os ambientes e inserindo a metragem de cada área a ser revestida. Inclua na planilha o nome do fornecedor, a estimativa de preços e alguns links. Dessa forma, quando você for comprar, ficará muito mais fácil escolher.

Sempre que for comprar um revestimento, adquira 10% a 20% a mais do que a medida necessária. Assim você terá uma reserva de segurança caso aconteça uma perda de material.

Invista um valor maior nos pisos

Os pisos sofrem muito com o tráfego de pessoas e de móveis. Eles também costumam sujar mais do que as paredes, além de serem lavados, em áreas como banheiros e cozinhas.

Por isso, na hora de escolher os acabamentos para casa, é fundamental priorizar um piso de qualidade. Veja algumas opções:

Laminados e vinílicos

Existem muitas alternativas no mercado que simulam a textura das madeiras. Os laminados e vinílicos são de fácil limpeza e manutenção. Além disso, eles conferem uma sensação de conforto aos ambientes, sendo recomendados para quartos e salas.

Cerâmicas

As cerâmicas são boas opções para banheiros e cozinhas. Apesar de serem fáceis de limpar, a manutenção precisa ser constante, pois os rejuntes podem manchar. Por outro lado, costumam apresentar custo baixo em relação a pedras naturais, por exemplo.

Porcelanato

O porcelanato é uma ótima opção para todos os ambientes da casa. Versátil, ele vem em muitas cores e texturas, podendo receber uma camada que simula a aparência de outros materiais, como madeiras, mármores, tijolos cerâmicos e ladrilhos hidráulicos. Eles também são fabricados em estampas decoradas: geométricas, florais, arabescos etc.

As novidades estão nos formatos: além dos tradicionais quadrados e retangulares, em várias proporções, eles também são produzidos em formas geométricas alternativas, como trapézios, triângulos e hexágonos. Com isso, os porcelanatos possibilitam tanto paginações clássicas como modernas e ousadas. Logo, eles garantem bastante personalidade e inovação aos projetos.

O produto pode ter acabamento brilhante (liso) ou acetinado (fosco). O primeiro é mais indicado para salas e cozinhas, conferindo elegância para esses ambientes. A camada brilhante é mais propensa a arranhões, sendo contraindicada para ambientes de alto tráfego.

Já os foscos ficam bem em quartos, banheiros e ambientes externos. Existem também opções antiderrapantes para áreas externas, que não perdem em nada na facilidade de limpeza e manutenção.

Por fim, outra vantagem desse piso é a alta durabilidade, por ter baixa absorção de água. Os rejuntes podem ser minimizados nas versões retificadas, criando um piso sofisticado.

E então? Gostou do conteúdo? Com esse texto você pode conhecer algumas formas de se planejar e melhorar os acabamentos para casa. Se nossas dicas te ajudaram, comente no post e deixe suas sugestões!

Escreva um comentário

Share This