Ter dificuldades na hora de estruturar o escritório e otimizar os projetos de arquitetura é algo comum, e todo arquiteto está sujeito a passar por essa situação.

Fazer um planejamento é essencial para ser mais produtivo, minimizar desperdícios, e manter o cliente satisfeito. Por isso, trouxemos aqui 7 dicas valiosas para te ajudar a planejar suas atividades. Confira!

1. Organize seu local de trabalho

Muitas vezes não damos o devido valor a um local de trabalho bem organizado. Porém, pense no tempo que você ganhará se souber onde tudo está guardado e onde procurar os objetos que precisar.

Para isso, conte com o auxílio de caixas transparentes, gaveteiros e pastas de arquivos para organizar objetos e papéis. Jogue fora aquilo que não vai precisar mais, e guarde com cuidado os documentos importantes.

O que você acha de ter um espaço na parede para colocar post-its e recados? Seus compromissos ficarão mais claros se for possível visualizar todos os seus afazeres.

O computador também deverá estar organizado. Uma tela com muitos arquivos soltos é estressante, além de fazer perder muito tempo em busca do que precisa. Então, faça pastas e exclua itens antigos.

2. Defina suas prioridades

Projetos de arquitetura são desenvolvidos em fases. Se tiver mais de um cliente ao mesmo tempo, elas podem comprometer umas às outras. Por isso, é importante priorizar os serviços.

Liste tudo o que precisa fazer, com a data de entrega de cada tarefa. Assim, ficará mais fácil definir o que é importante para hoje, e o que pode ser feito depois. Estabeleça metas claras e, ao finalizar cada uma, marque-a como concluída.

3. Pratique a gestão do seu tempo

Algumas pessoas preferem planejar o tempo diariamente, outras, semanalmente. O importante é gerir o tempo, o que vai ajudar a seguir a dica anterior.

Organize as tarefas em numa planilha, estipulando uma pessoa responsável por cada uma e um prazo suficiente para concluí-las.

Marque na sua agenda os compromissos inadiáveis da semana, como reuniões e visitas técnicas. Assim você saberá exatamente o tempo restante para desenvolver outros trabalhos.

4. Faça um planejamento do projeto

Fora as tarefas da sua empresa, planeje também as intervenções de outros projetistas e fornecedores. Para isso, organize para que aconteçam reuniões de compatibilização.

Tenha em mente os melhores momentos para realizar visitas técnicas à obra e acompanhar a execução dos projetos de arquitetura.

Entenda também quais são os profissionais e órgãos envolvidos, como o condomínio, a prefeitura, engenheiros, construtores etc. Assim, você poderá avaliar possíveis riscos, como atrasos no cronograma, por exemplo.

5. Use as tecnologias disponíveis

Além dos softwares de arquitetura que você já usa — AutoCad, Sketch-Up e V-Ray, por exemplo —, conheça as ferramentas para ajudar na gestão de projetos.

Google Drive e o Dropbox são sistemas de armazenamento de arquivos online. Com eles, você pode salvar seus documentos na nuvem e tê-los disponíveis em qualquer dispositivo com internet.

Já o Trello é um aplicativo para gerenciar tarefas. Nele é possível criar quadros e notas, dividi-los para cada cliente e, inclusive, para os serviços internos do escritório.

Entre as redes sociais, o Pinterest é ótimo para criar pastas de referências de imagens ou mesmo um portfólio dos seus trabalhos. No Facebook, você consegue programar as publicações do seu perfil.

6. Faça parcerias com fornecedores

Conhecer bons fornecedores é essencial para manter o projeto no caminho certo. Aqueles que prezam pela qualidade do trabalho, e se engajam para cumprir prazos previamente acordados, ganham a confiança de arquitetos e clientes.

Busque indicações com amigos e outros profissionais e conheça os produtos dos fornecedores. Dessa maneira, você terá o contato de profissionais comprometidos. Com a parceria estabelecida ficará mais fácil a negociação de preços e prazos.

7. Escute o cliente e deixe-o satisfeito

Entender a necessidade do cliente é fundamental para que ele fique satisfeito com o resultado. Faça um briefing com um questionário inicial, para conhecer suas demandas e sonhos.

Por fim, tenha sempre uma comunicação aberta e especifique produtos com a qualidade que o cliente espera. Além disso, deixe claro sobre o que vai ser entregue, prazos e formas de pagamento.

O que achou dessas dicas para otimizar seus projetos de arquitetura? Aproveita para nos seguir no Facebook e no Instagram. Até mais!

Escreva um comentário

Share This